Páginas

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

o que te faz sorrir


Vai menina, fecha os olhos. Solta os cabelos. Joga a vida. Como quem não tem o que perder. Como quem não aposta. Como quem brinca somente. Vai, esquece do mundo. Molha os pés na poça. Mergulha no que te dá vontade. Que a vida não espera por você.
Abraça o que te faz sorrir. Sonha que é de graça. Não espere. Promessas, vão e vem. Planos, se desfazem. Regras, você as dita. Palavras, o vento leva. Distância, só existe pra quem quer. Sonhos, se realizam, ou não.
Os olhos se fecham um dia, pra sempre…
E o que importa você sabe, menina. É o quão isso te faz sorrir… E só.

Que nosso Amor seja simples... e sem fim!

 
 
Quero poder olhar pra trás depois de uma discussão e ver que 
você ainda estará lá, mesmo sabendo que a errada sou eu. 
Quero que mesmo sorrindo, ' você ' perceba minhas lágrimas por trás de 
toda maquiagem e que sem nada dizer, simplesmente me abrace
Num abraço que caiba o mundo inteiro, mas que pertença só a mim. 
'Que me entenda como melhor amigo, mas me ame como eterno namorado.
Que mesmo nos dias de minhas chatices e TPM, não desista tão facilmente e que me 
olhe sempre como a primeira vez, ainda que meus cabelos estejam emaranhados. 
Que me acorde na madrugada com uma mensagem e/ou ligação inesperada.
E que de todos os sentimentos existentes, pra 'você' o nosso sempre seja Amor!

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Meu tempo não se mede em relógios




Tantos amigos. Tantos lugares. Tantas frases e livros e sentidos. Tantas pessoas novas. Indo. Vindo. Tenho só um mundo pela frente. E olhe pra ele. Olhe o mundo! É tão pequeno diante de tudo o que sinto. Sofrer dói. Dói e não é pouco. Mas faz um bem danado depois que passa(...) Mas agora, com sua licença. Não dá mais para ocupar o mesmo espaço. Meu tempo não se mede em relógios. E a vida lá fora, me chama.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

o que ela dirá



Nem sempre ela dirá coisas que você quer ouvir. Na maioria das vezes, ela vai deixa-lo arrepiado com suas observações desconcertantes e francas. Mas de vez em quando dirá coisas tão maravilhosas que vão faze-lo dançar de felicidade. Ela talvez seja um pouco franca demais porque vê o mundo tal como ele é.


segunda-feira, 27 de junho de 2011

Como pode? Duas pessoas tão diferentes se amarem a ponto de não conseguirem desviar os pensamentos um do outro? Certo dia me perguntaram: Porque você se apaixonou? Eu respondi: Não sei. E talvez continue não sabendo. Eu simplesmente amo, acordo e vou dormir com ele nos meus pensamentos.

sexta-feira, 24 de junho de 2011

de qualquer jeito


Daí, penso também outra coisa de gente grande: não adianta muito você
se enfeitar todo pra uma pessoa gostar mais de você. Porque, se ela
gostar, vai gostar de qualquer jeito, do jeito que você é mesmo, sem
brilhos falsos.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

voce faz tudo errado



Eu não sei se essa é sua intenção, mas você está me fazendo perceber que eu posso ser feliz sem você. Diz que me ama, mas suas atitudes só me provam o contrário. Não vou esperar você decidir se me quer ou não na sua vida. Tenho muita coisa aqui pra te oferecer, mas sabe o que é? Sou incompleta, também preciso receber. Portanto, não se assuste se um dia eu acordar com a capacidade de te olhar nos olhos, sorrir e dizer adeus


 Meu senhor e meu deus, eu creio,
Mas aumenta minha fé
Dá-me uma fé viva, dá-me uma fé nova
Traduzida na vida, testemunhada

No amor pelos irmãos


terça-feira, 21 de junho de 2011

amores insanos



Deus, põe teu olho amoroso sobre todos os que já tiveram um amor sem nojo nem medo, e de alguma forma insana esperam a volta dele: que os telefones toquem, que as cartas finalmente cheguem.

sábado, 18 de junho de 2011

insistido



Como menina-teimosa que sou, ainda insisto em desentortar os caminhos, em construir castelos sem pensar nos ventos, em buscar verdades enquanto elas tentam fugir de mim...isso mantendo meu buquê de sorrisos no rosto,sem perder a vontade de antes...



quarta-feira, 15 de junho de 2011

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Luto


Mais uma vida jogada fora
Um coração que já não bate mais, descanse em paz
Sonhos que vão embora, antes da hora
Sonhos que ficam pra trás
Pra onde vai você?
Pra onde vai?
Pra onde vai o Sol quando a noite cai?
E agora?A dor é do tamanho de um prédio
A casa sem ele vai ser um tédio
Não tem remédio, não tem explicação, não tem volta
Os amigos não aceitam
, o irmão se revolta
A família não acredita no que aconteceu
Ninguém consegue entender porque o garoto morreu

Tiraram da gente um jovem tão inocente
E a sua avó que era crente hoje tem raiva de Deus
O seu pai ficou mais velho, mais sério e mais triste
E a mãe simplesmente não resiste
Além do filho, perdeu o seu amor pela vida
E a nora agora tem tendências suicidas
E a namoradinha com quem sonhava se casar
Todo mundo toda hora tem vontade de chorarQuando se lembra dos planos que o garoto fazia...Ele dizia: "Eu quero ser alguém um dia"
Sonhava com o futuro desde menino
Ninguém podia imaginar o seu destino
Mais uma vítima de um mundo violento...
Se Deus é justo, então quem fez o julgamento?
Por quê um jovem que vivia sorridente perde a sua vida assim tão de repente?Logo um cara que adorava viver
Realmente é impossível entender

Nenhuma resposta vai ser capaz de trazer de novo a paz à família do rapaz
Nunca mais suas vidas serão como antes
E eles olham o seu retrato na estante
Aquele brilho no olhar e o jeitão de criança

Agora não passam de uma lembrança
E a esperança de que ele esteja bem, seja onde for,
Não diminui o vazio que ele deixou
É insuportável quando chega o seu aniversário
E as suas roupas no armário parecem esperar que ele volte de surpresa
Pra ocupar o seu lugar vazio à mesa
A tristeza às vezes é tão forte que é mais fácil fingir que não houve morte

Porque sempre que ele chega pra matar as saudades
Ele vem com aquela cara de felicidade
Alegrando os sonhos e querendo dizer que a sua alma nunca vai envelhecer
E que sofrer não é a solução
É melhor manter acesa uma chama no coraç
ão

E a certeza na mente de que um dia se encontrarão novamente.
Pra onde vai você?
Pra onde vai?
Pra onde vai o Sol quando a noite cai?
Quando tudo vira cinzas,
Quando tudo passa ?
Quando a gente chora ?
Pra onde vai ?

Que Deus, e o nosso Senhor Jesus Cristo possam confortar essa família. . . Descança em Paz Jú. . . mesmo com o pouco contato, estou sentindo muito. . . eu oro a todo momento para que Deus ampare seus familiares. . . pois os planos de Deus ninguém conhece. . .e as vezes é muito difícil de aceitar. . .
Fica a certeza de que nesse momento, você já está nos braços do Pai, que quis você morando junto dele.
Que Deus abençõe a sua família e amigos.

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Um homem inteligente falando de mulheres

Tenho apenas um exemplar em casa, que mantenho com muito zelo e dedicação, mas na verdade acredito que é ela quem me mantém. 

Mulher vive de carinho. Dê-lhe em abundância. É coisa de homem, sim, e se ela não receber de você vai pegar de outro.
Beijos matinais e um "eu te amo" no café da manhã as mantém viçosas e perfumadas durante todo o dia. 


Flores Também fazem parte de seu cardápio – mulher que não recebe flores murcha rapidamente e adquire traços masculinos como rispidez e brutalidade.
Respeite a natureza Você não suporta TPM? Case-se com um homem. Mulheres menstruam, choram por nada, gostam de falar do próprio dia.
Não faça sombra sobre ela. Se você quiser ser um grande homem tenha uma mulher ao seu lado, nunca atrás. Assim, quando ela brilhar, você vai pegar um bronzeado. Porém, se ela estiver atrás, você vai levar um pé-na-bunda. Aceite: mulheres também têm luz própria e não dependem de nós para brilhar. O homem sábio alimenta os potenciais da parceira e os utiliza para motivar os próprios. Ele sabe que, preservando e cultivando a mulher, ele estará salvando a si mesmo. É, meu amigo, se você acha que mulher é caro demais, vire gay. Só tem mulher quem pode!







sexta-feira, 3 de junho de 2011

e o que você faz?


' cuidado, enquanto ele não faz nada para mudar, enquanto ele continuar achando que está tudo correto. . .ela vai cansando. . .quando ela decide se dar, e voltar a viver esse amor, que por vezes já foi ferido, ele vem e destroi toda a vontade que ela tinha. . . aja mais, faça mais, surpreenda mais. . . enquanto ele faz de tudo para perder, pode haver muitos tentando ganhar. sem nem mesmo ela saber. . . sem nem mesmo ela querer. . .  ela tem vontade de pegar a cabeça dele, balançar bem forte, para ver se ele entende que está fazendo tudo para perdê-la. . . 




;*

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Eu? Eu não sou somente boa. Sou uma pessoa muito bonita. Generosa e linda – e quem agüentar, agüentou. Como prêmio, terá meu amor. Saberá da minha verdade. Dará boas gargalhadas. Mas terá que suportar uma boa dose daquilo que sinto. Pois, apesar de tudo ser diversão, nada é simples. Nada é pouco quando o mundo é o meu.

terça-feira, 31 de maio de 2011

desejos

Aonde está a força de negar um desejo se enquanto ele não é saciado continua existindo?
O tempo não se encarrega de matar desejos, apenas de substituir os personagens.
Esse é o maior problema dos desejos, eles não aceitam não como resposta. Você só coloca um ponto final nele se for até o fim. E o fim pode ser um simples enjôo ou, na pior das hipóteses, a morte.
 

domingo, 29 de maio de 2011

essa cicatriz nao sara

“A impressão que tenho é que nunca vai passar… Que a cicatriz não fecha… Que só de esbarrar, sangra."

eu por mim mesma

Sou extremamente critica. Quando sei que algo está errado eu uso toda a minha raiva para poder dar a minha opnião, doa a quem doer. Alguns podem até me achar grossa, mas é que eu não minto para ser agradável como muitas pessoas fazem. Nas minhas brincadeiras eu vou dizendo as verdades, mas não acredite em todas elas, quando eu estiver falando sério eu te aviso. Sou tão chata que quando eu não gosto de algo, você pode perceber na minha cara, notar no meu tom de voz e como eu fico sem jeito por não conseguir disfarçar. Muitos que não me conhecem se assustam comigo, ora quieta ora falante demais. Assim como alguns, que de primeira me julgam pela aparência, mas se eu fosse feia será que iriam me achar metida também?! Já me acostumei com muitas coisas e aprendi a ignorar a maioria, mas não experimente me testar, você pode se surpreender. Sou tão estranha às vezes que me assusto com as minhas próprias atitudes, é que na verdade eu não sou normal, tenho crises de euforia, de tristezas, de carências, de vontades e de alegria. Sou falsa como muitos já me fizeram ser, agente aprende com a convivência, mas não se assuste, interprete como uma forma de autodefesa. Não sou tão ruim quanto parece, ainda não matei ninguém mas já menti, trai, enganei, desprezei e eu nunca descanso até conseguir o que quero. E aí, vai encarar?

sexta-feira, 27 de maio de 2011

decidi confiar

A vida é cheia de perguntas que eu não posso responder há tantas coisas que acontecem que nem sempre entendo o porque sentimentos de temores sobre mim aflições que mais parecem não ter fim surpresas de um caminho que ainda não trilhei no meio dessa tempestade pude então ouvir a Tua voz que veio como uma brisa sussurrando em meu coração acalmando minhas dores, emoções dissipando tempestades, furacões, escolhi descansar em Ti de uma coisa eu sei, decidi confiar, o invisível por certo se revelará então verei o que Deus preparou para mim nem olhos viram, ouvidos ouviram, nem homem nenhum conseguiu decifrar o que Deus faz na vida de um justo que em oração clama ao pai

quarta-feira, 25 de maio de 2011

tenho medo


 Mas tenho medo do que é novo e tenho medo de viver o que não entendo

domingo, 22 de maio de 2011

sexta-feira, 20 de maio de 2011

me dê coragem

Faça com que a solidão não me destrua. Faça com que minha solidão me sirva de companhia. Faça com que eu tenha a coragem de me enfrentar. Faça com que eu saiba ficar com o nada e mesmo assim me sentir como se estivesse plena de tudo. Receba em teus braços meu pecado de pensar.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

pra Te adorar

Pra te adorar oh Reis dos reis
Foi que eu nasci oh Rei Jesus
Meu prazer é te louvarMeu prazer é estar
Nos átrios do Senhor
Me prazer é viver na casa de Deus onde flui o amor

__________________________________________


Eu tomo posse da graça de Deus

Tomo posse da cura Senhor

Tomo posse da bênção de hoje
Eu espero na Tua promessa
Eu confio em Tua obra Senhor
Acredito na Tua palavra
no poder do Teu nome Senhor

terça-feira, 17 de maio de 2011

menos amor

Talvez meu amor tenha aprendido a ser menos amor só para nunca deixar de ser amor

domingo, 15 de maio de 2011

o coração está em paz

como expressar que sente o meu coração agora? uma felicidade imensa, pois hoje, Jesus me pegou no colo. . . hoje Jesus falou comigo. . . hoje eu renovei todas as minhas promessas. . . hoje Ele me libertou da dor, da aflição e do caminho errado. . . Ele falou o que eu precisava ouvir. . . e mais uma vez provou que pode me ouvir. e que pode falar comigo. . . que alegria, meu coração pula de felicidade. . . e em tudo eu consegui tomar a minha decisão: Nada e ninguém no mundo vai me fazer desistir Quero, tudo quero, sem medo entregar meus projetos Deixar-me guiar nos caminhos que Deus desejou para mim e ali estar Vou perseguir tudo aquilo que Deus já escolheu pra mim Vou persistir, e mesmo nas marcas daquela dor do que ficou, vou me lembrar E realizar o sonho mais lindo que Deus sonhou Em meu lugar estar na espera de um novo que vai chegar Vou persistir, continuar a esperar e crer


obrigada Senhor, por me fazer forte, por me permitir sentir o Teu Santo Espírito e por me permitir repousar em Teu Espírito. . . e sei que cada lágrima foi sinal da presença desse Espirito em meu coração. . . agora, tenho mais certeza do que nunca, que a alegria que o mundo me oferece é passageira, e que a Sua alegria Senhor, é sempre, em todos os momentos, alegria do conforto nos momentos difíceis, alegria de receber de presente anjos chamados amigos, alegria de sentir a Tua presença, preenchendo cada espaço vazio que havia em meu coração.
Obrigada meu Senhor, agora eu posso clamar que o Senhor fez  maravilhas em mim. . e minha alma exulta de alegria.
Vou te seguir Senhor, e seguir todos os planos que tens pra mim, sem medo do que terei que abrir mão para isso.


sábado, 14 de maio de 2011

vontades



Ando com uma vontade tão grande de receber todos os afetos, todos os carinhos, todas as atenções. Quero colo, quero beijo, quero cafuné, abraço apertado, mensagem na madrugada, quero flores, quero doces, quero música, vento, cheiros, quero parar de me doar e começar a receber. Sabe, eu acho que não sei fechar ciclos, colocar pontos finais. Comigo são sempre vírgulas, aspas, reticências. Eu vou gostando, eu vou cuidando, eu vou desculpando, eu vou superando, eu vou compreendendo, eu vou relevando, eu vou… E continuo indo, assim, desse jeito, sem virar páginas, sem colocar pontos. E vou dando muito de mim, e aceitando o pouquinho que os outros tem para me dar.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

como voce me dói

Talvez não exista um motivo real e lógico, ou talvez nem exista sequer um motivo, mas, meu Deus! Como você me dói de vez em quando. E como me dói ultimamente. E já não sei mais agir diante da sua indiferença, a não ser com uma indiferença ainda maior. E orgulho. Não é que não doa.

quarta-feira, 11 de maio de 2011

a minha dor


e eu sei que essa dor é só minha, só cabe a mim sofrer por ela, só me pertence, mas eu queria tanto um colo pra chorar a minha dor, até ela aliviar. . .alguém assim, que não perguntasse. que não questionasse. . . que me entendesse no silêncio do olhar. . . que saudade de um colo amigo para chorar. . . 

chora comigo pra dor passar mais rapido?

terça-feira, 10 de maio de 2011

tudo ou nada

não sou mulher de metades; se amo amo por inteiro, se sinto raiva, sinto pra valer. . .se sofro, sofro até na alma. . . se sou amiga, sou amiga de verdade.se odeio, ah aí odeio mesmo. . . não gosto de quases. porque os quases nunca são. . . não sou sua quase amiga ou seu meio amor. . . ou sou tudo ou sou nada. . . sou uma doce pessoa, mas não queira me ver azeda. . . se for pra me molhar, eu mergulho de uma vez. . . sou assim, ou tudo ou nada.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Aprendi também que por mais que você queira muito alguém, ninguém vale tanto à pena a ponto de você deixar de se querer.

força e vitoria

Nada poderá me abalar, nada poderá me derrotar, pois minha força e vitória, tens um nome e é Jesus . . .

sábado, 7 de maio de 2011

liberdade

“ Prisão, liberdade. São essas as palavras que me ocorrem. No entanto não são as verdadeiras, únicas e insubstituíveis, sinto-o. Liberdade é pouco. O que desejo ainda não tem nome. – Sou pois um brinquedo a quem dão corda e que terminada esta não encontrará vida própria, mais profunda. Procurar tranqüilamente admitir que talvez só a encontre se for buscá-la nas fontes pequenas. Ou senão morrerei de sede. Talvez não tenha sido feita para as águas puras e largas, mas para as pequenas e de fácil acesso. E talvez meu desejo de outra fonte, essa ânsia que me dá ao rosto um ar de quem caça para se alimentar, talvez essa ânsia seja uma idéia – e nada mais. Porém – os raros instantes que às vezes consigo de suficiência, de vida cega, de alegria tão intensa e tão serena como o canto de um órgão – esses instantes não provam que sou capaz de satisfazer minha busca e que esta é sede de todo  um ser e não apenas uma idéia"

sexta-feira, 6 de maio de 2011

amar dói

e na confusão de seus pensamentos, tentando achar a solução, ela se perde ainda mais. . . 


Amar dói tanto que você volta a lembrar que existe algo maior, você se lembra de Deus, você se lembra de vida após a morte. Amar dói tanto que você fica humilde e olha de verdade para o mundo, mas ao mesmo tempo fica gigante e sente a dor da humanidade inteira. Amar dói tanto que não dói mais, como toda dor que de tão insuportável produz anestesia própria

quinta-feira, 5 de maio de 2011

10 coisas que eu odeio em você


1 Odeio o modo como fala comigo e como corta o cabelo.
2 Odeio como dirige o meu carro.
3 E odeio seu desmazelo.
4 Odeio suas enormes botas de combate e como consegue ler minha mente.
5 Eu odeio tanto isso em você, que até me sinto doente.
6 Eu odeio como está sempre certo.
7 E odeio quando você mente.
8 Eu odeio quando me faz rir muito, e mas quando me faz chorar.
9 Eu odeio quando não está por perto, e o fato de não me ligar.
10 Mas eu odeio principalmente, não conseguir te odiar.
Nem um pouco, nem mesmo por um segundo, nem mesmo só por te odiar.

terça-feira, 3 de maio de 2011

intensões

Ela tinha um nojo da dualidade de intenções dos seres humanos que ora amam, ora usam, e preferia a clareza da sacanagem e a certeza do vazio.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Pedido

Papai do Céu, vou fazer um pedido, um pedido egoísta, por que você não me dá um lugarzinho pra morar aí com Você? Assim eu não sofro e não me magoou mais nesse mundo chato, e não faço sofrer e nem magoou ninguém, que tal, esse acordozinho bacana hen??

"Porque eu vivo tentando, mas não dá, eu sou toda errada. . . "

domingo, 1 de maio de 2011

te magoar

Ela: Me abraça? Eu te divirto, mas eu te canso.
Ele: Não
Ela: Você me amou?
Ele: Sempre vou te amar. Eu odeio te magoar.
Ela: Então porque magoa?
Ele: Porque sou egoísta.

sábado, 30 de abril de 2011

abraço vazio





"Sobram tantas meias-verdades que guardo pra mim mesmo.
Sobram tantos medos, que nem me protejo mais, sobra tanto espaço dentro do abraço, falta tanta coisa pra dizer que nunca consigo."

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Aceita?

“...Ando de um lado pra outro, dentro de mim, as mãos abandonadas, pronta pra inventar uma tragédia russa, pronta pra criar um motivo que me acorde... horrível. Estou tão vaga, tinha vontade de fazer um embrulho de mim, com papel de seda, lacinho de fita, e mandá-lo pra você. Aceita?”

sexta-feira, 22 de abril de 2011

exagerada



"Exagerada toda a vida: minhas paixões são ardentes; minhas dores de cotovelo, de querer morrer; louca do tipo desvairada; briguenta de tô de mal pra sempre; durmo treze horas seguidas; meus amigos são semi-irmãos; meus amores são sempre eternos e meus dramas, mexicanos."



quarta-feira, 13 de abril de 2011

precisa-se de um amigo

Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaros, de sol, de lua, de canto, dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor. Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar. Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão. Pode já ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados. Não é preciso que seja puro, nem que seja de todo impuro, mas não deve ser vulgar. Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vazio que isso deixa.
Deve ter ressonâncias humanas, seu principal objectivo deve ser o de ser amigo. Deve sentir pena das pessoas tristes e compreender o imenso vazio dos solitários. Deve gostar de crianças e lamentar os que não puderam nascer. Que saiba conversar de coisas simples, de orvalho, de grandes chuvas e de recordações da infância. Precisa-se de um amigo para não enlouquecer,para contar o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade. Deve gostar das ruas desertas, de poças de água e dos caminhos molhados, de beira de estrada, de mato depois da chuva, de se deitar no capim. Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tenha um amigo. Precisa-se de um amigo para se parar de chorar.
 Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que bata nos ombros sorrindo e chorando, mas que nos chame de amigo, para se ter consciência de que ainda se vive.



(Vinícius de Moraes)

quinta-feira, 31 de março de 2011

O Dom das Lágrimas

Posso até sofrer e chorar enquanto o mundo ri; mas coragem, minha alma, coragem! Porque aquele para quem tudo é possível não faltará e Ele prometeu: a vossa tristeza se há de transformar em alegria. Mas me vale esperar na verdade do que me iludir numa alegria de aparências.

Mundo, você não me engana mais. Conheço suas falsas alegrias. Também eu já fui vítima de suas ilusões. Mas, agora, estou um passo a sua frente, pois enquanto eu conheço, porque já experimentei, sua alegria passageira, você não conhece a alegria que Deus me dá. É alegria nas tribulações e depois das tribulações. É alegria que não passa. Mundo eu conheço a força que age em você, mas você não conhece a força que age em mim. E maior é o que está em mim do que aquilo que está em você. Entre eu e você, apenas um de nós é o tolo; e acredite, não sou eu. 

quarta-feira, 30 de março de 2011

eu cinza . . . dia cinza

hoje o dia amanheceu cinza, triste e frio. e aqui dentro de mim também, tudo está cinza. frio. e escuro. não sei, se o dia está mesmo assim ou se vejo lá fora, o que sinto aqui dentro.




hoje não vi pássaros, não vi borboletas, não vi luz. . . vi um vazio, uma solidão, e mais um não. . . o não de Deus, o não de não ser a hora ainda. . . mas quando? quando chegará a vez de eu parar de sofrer? quando? quando o que eu tanto espero vai acontecer? e quando as coisas ruins vão parar de se acumular? e o medo, quando cessará? quando minhas lágrimas de dor darão lugar para as lágrimas de felicidade? e esse amor? quando ele aprenderá a me compreender e a me dar mais carinho? 
hoje não vi sol, não vi chuva, não vii alegria. . . hoje o dia estava cinza, lá fora e aqui dentro de mim.!

domingo, 27 de março de 2011

amizade

você apareceu do nada. e depois que apareceu, foi se tornando tão especial. o tempo nos tornou mais do que amigas, o tempo nos fez irmãs. hoje, três anos depois, já vivemos muitas coisas juntas. já rimos muito, já choramos muito. . . bons momentos foram os que passamos juntas. com você, aprendi uma coisa que hoje dou muito valor, aprendi a conhecer e a aceitar Deus. as coisas mudaram um pouco de um tempo para cá, as coisas mudaram um pouco. já não sinto as coisas como antes. meu coração tem se magoado muito. você mudou, eu mudei, nós mudamos. fico feliz pela sua felicidade, pelas suas amizades, mas eu queria tanto que você percebesse o quanto EU preciso de você. o quanto eu preciso da sua atenção. não somente daqueles "conselhos" radicais.  não somente do jeito que tem sido. sinto falta daquela de antes, não em relação a ser ou não baladeira ou tals. daquele que me dava muito mais atenção, muito mais carinho. eu tenho minhas limitações. tenho as minhas necessidades e como eu queria que você pudesse entender essas necessidades. como eu queria que você entendesse a minha necessidade de atenção. de carinho. como eu queria que você pudesse voltar a ser aquela, que a todo instante queria tirar uma foto comigo. e não como tem sido. mesmo que você ache que não tem agido assim, eu, o meu coração tem sentido isso, e isso me dói tanto. tenho sentido que já não tenho mais a importância de outro, e que hoje, a presença de outros lhe interessa muito mais, é muito mais importante do que a minha, se eu puder estar presente, ótimo, se não puder, ótimo também. isso são coisas minhas, sabe, do meu coração. e eu queria tanto que você pudesse entender isso. e que se você ainda gosta de mim como antes, que você pudesse mudar isso, que você pudesse perceber onde me machuca. se você soubesse o quanto preciso de você. . . 
Quando eu te conheci, já não sabia mais o que era sentir esse carinho todo que você me demonstrou. e eu me apeguei a isso. tentando sempre estar presente. hoje, meu coração dói de pensar que já não é mais dessa maneira. de já não sentir dessa maneira. eu queria que pudesse entender. o quanto preciso de você e desse carinho que hoje já não é mais assim. que hoje, já não tem mais a mesma força. o que eu sinto é essa falta. o que sinto é que não sou mais tão importante como era antes em sua vida. hoje minha presença se tornou banal. hoje estar comigo ou não estar, é indiferente. e isso machuca. . . 
eu queria que soubesse o que preciso de você que não quero, como me aconselharam, te deixar para que um dia você sinta minha falta e volte a procurar por minha amizade, eu quero que saiba, o quanto eu preciso da sua amizade e o quanto eu espero dela. 
não deixe que a agitação da mudança e das novas amizades, ofusque o brilho da nossa antiga amizade. . . eu gosto muito de você, e gostaria que soubesse, o quanto me dói pensar em perde-la. . . que preciso mais do que palavras duras, preciso de carinho. . . que preciso muito mais do que alguém que aponte meus pecados, ou que queira me ensinar o que È pecado, que preciso muito mais do que lições de sabedoria, apontando como devo deixar as coisas, eu preciso de alguém que além disso me dê carinho e um ombro quando eu precisar chorar e desabafar. . . 
eu ainda amo muito você, e queria muito que tudo fosse como antes. . .